quarta-feira, 9 de janeiro de 2013


Em carta ao jornal Folha de S. Paulo, Dr. Evaldo Martins Leite, médico presidente da Associação Brasileira de Acupuntura -- ABA a mais antiga escola de formação em Acupuntura no Brasil para não orientais, cumprimenta os autores pelo editorial sobre o projeto do Ato Médico...
publicado no início de janeiro de 2013 e relata os possíveis "efeitos desastrosos que se abaterão sobre a população brasileira se referido projeto de lei chegar a ser sancionado pela Presidência da República.... Que não ocorra conosco, por exemplo, com o que aconteceu há cerca de 30 anos com a acupuntura na França, quando essa prática foi proibida para não médicos e os resultados foram tão negativos que o governo francês voltou atrás dessa decisão.  Lá, como em quase todos os países do mundo, a acupuntura é um procedimento multidisciplinar, exercido por quem tem formação específica na mesma, médicos e não médicos da área da saúde", disse Evaldo Martins Leite.

Acupuncture: does who knows.

In a letter to the newspaper Folha de S. Paul, Dr. Evaldo Martins Leite, president of the Brazilian Medical Acupuncture - ABA's oldest school of training in Acupuncture in Brazil for not Oriental, greets the authors for publishing on the project Medical Act published in early January 2013 and reports the possible "disastrous effects that befall the Brazilian population that bill come to be sanctioned by the president .... That does not happen to us, for example, with what happened about 30 years ago with acupuncture in France, where the practice was forbidden for non-medical and the results were so negative that the French government reversed this decision. There, as in almost every country in the world, acupuncture is a procedure multidisciplinary exercised by those who have specific training in the same medical and non-medical health care, "said Evaldo Martins Leite.