quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

A Terapia Floral e as flores curadoras para situações críticas do Dr. Bach.

Dr. Bach
O médico inglês Dr. Edward Bach, nascido em Setembro de 1886, finaliza, em 1912, seus estudos e faz prática médica no "University College Hospital", Londres. Foi bacteriologista, patologista e especializou-se em Saúde Pública.

Dr. Bach foi rejeitado para servir na Guerra, provavelmente por sua saúde frágil, e em 1917 teve severa hemorragia, fruto provavelmente de estresse. Submetido a cirurgia de emergência, disseram-lhe que não teria mais que três meses de vida. Reuniu todas as forças e foi para o laboratório trabalhar e pesquisar, dia e noite. Não pensava na doença e buscava um jeito de a vida lhe trazer energia para prosseguir. Em pouco tempo estava totalmente recuperado.
 Os Doze Curadores e o Rescue,
flores para emergências.
Como todo bom médico, curioso e muito observador, o Dr. Bach, estudou o comportamento... continuadas pessoas e, em 1928, ainda no início de seu trabalho, estabeleceu as 12 essências florais baseadas nos 12 Tipos Básicos de comportamento, as denominando os Doze Curadores.
Sete anos mais tarde, em 1935, completaria seu Sistema Floral formado por 38 essências, entre eles o famoso Rescue, indicado para situações emergências, com cinco componentes:

ü  Rock Rose, ideal para dar coragem para enfrentar momentos difíceis e melhora para os sangramentos;
ü  Impatiens, dedicado aos impacientes que precisam de paciência e calma;
ü Cherry Plum, para se obter lucidez nos momentos difíceis;
ü  Star of Bethlehem, para cicatrização de choques e traumas físicos ou emocionais;
ü  Clematis, para nos mantermos acordados e presentes para ajudar na recuperação.

As três indicações do Rescue

1. Sofrimentos agudos e emergências.
2. Ansiedade que geralmente ocorre antes de exames, entrevistas, visitas aos dentistas, médicos, pré-cirúrgico e pós-cirúrgico, viagens etc.
3. Pessoas com sofrimentos crônicos – que tomam vários remédios para o metabolismo físico, ou psiquiátrico – já que o Rescue harmoniza e retira efeitos colaterais dos remédios alopáticos.
Geralmente as pessoas se sentem bem com os remédios florais e podem tomar por vários anos sem o risco de criar qualquer dependência.

Dr. João Carlos Baldan é acupunturista, pós-graduado latu-sensu em Acupuntura pelo Ibraho/ABA – Fac. Dr. Leão Sampaio e especialista em Psicopatologia pela Universidade de São Paulo – USP. Apresenta, toda segunda às 16h, pelo site www.alltv.com.br o programa Salutis. Atende na clinica TAI, em São Paulo. Maiores informações pelo telefone 11 3263 1212.