quinta-feira, 20 de março de 2014

O que seu Fígado sofre com a sua Raiva... E o que a Acupuntura pode auxiliar.



No saber popular, entre ditos e crenças – alguns ricos outros pobres – nem tudo que reluz é ouro em pó. Muitas não fazem qualquer sentido, como a de não cortar as unhas dos bebês com tesoura sob risco de demora no aprendizado da fala.
Recomenda-se, por esta crença, que a mãe corte as unhas com seus próprios dentes. Fosse verdade...

Uma crença dá conta de que crianças não podem beijar um espelho. Outra que não se deve beijar duas crianças que ainda não falam sob o risco, nos dois `causos´, de a criança demorar a articular a fala. – Mas, se por um lado algumas fogem da lógica, outras crendices apresentam toda verdade do mundo. As aparências enganam, aqui se faz aqui se paga, cada cabeça uma sentença... e por aí vai.  Uma entre estas verdadeiras aponta que a raiva intoxica... (continua)
 o Fígado. Intoxica, mas também pode estimular.
Estudantes sérios da Medicina Chinesa sempre atentam às ligações diretas entre as emoções e órgãos e vísceras, fato que toma corpo com a ampliação da ótica da medicina psicossomática, crescente nos meios acadêmicos e de pesquisas. Por outro lado, nós acupunturistas sabemos há muito tempo – cinco mil anos – que órgãos afetam emoções e as emoções afetam órgãos e vísceras. Como é fato que determinados alimentos estimulam determinados órgãos e que, por sua vez, estimulam determinadas emoções. E a via contrária é verdadeira. Ou seja, as emoções podem estimular o funcionamento ou brecar sua atividade em determinados órgãos.
O fato é que um pouco de raiva tonifica o Fígado, o que é bom para pessoas com pouca energia ancestral neste órgão, e seu excesso (da raiva) hipertonifica, o que não é saudável do ponto de vista fisiológico e energético. Segundo maior órgão do corpo humano – só perdendo para a pele – o Fígado é uma glândula que libera secreções que atuam diretamente no sangue e nos vasos linfáticos. Localizado no hipocôndrio direito, o Fígado produz a bile que atua no processo digestivo com importantes funções como síntese do colesterol, armazenagem de vitaminas como A, B12, D, E e K, além de minerais como ferro e cobre,  sem contar a conversão da amônia em uréia e a síntese da albumina, entre outras.
É por isso que se recomenda a Acupuntura para tratamento dos diversos distúrbios emocionais – de insônia à depressão e Síndrome do Pânico, passando obviamente pelo excesso de Raiva e até a agressividade – mediante a modulação energética e fisiológica dos órgãos, sobretudo neste caso, representada pelo Fígado. Saiba que o Fígado é estimulado pelo sabor ácido e seu horário de maior nutrição e funcionamento ocorre entre uma e três da manhã. E lembre-se, um pouco de raiva não deixa você ficar para traz e nem fazer papel de bobo, além de tonificar o Fígado. Agora, ser raivoso e explosivo por qualquer razão pode causar lesões no órgão, além de tornar você uma pessoa extremamente chata e desagradável. Como tudo que ensina a Medicina Chinesa, o melhor mesmo é o caminho do meio e buscar a têmpera correta. Não se culpe por excessos ou escorregões. Experimente ir além sempre.